Hospitalar

Hospitais inteligentes

Os pacientes e os funcionários se beneficiam de um hospital onde todos os processos são dedicados aos melhores cuidados e a máxima atenção a higiene e a segurança. E isto pode ser alcançado de forma eficiente e econômica por meio da digitalização e da integração de tecnologia inteligente. O desfecho desta iniciativa é a composição de um hospital inteligente, eficiente na utilização dos espaços, sustentável, adaptável e preparado para o futuro.

Os edifícios hospitalares inteligentes estão voltados para a aquisição, estruturação e aproveitamento de dados para gerenciar o acesso aos espaços e as informações, permitindo o uso mais eficiente do tempo de médicos, enfermeiros e de toda equipe médica. O resultado disto é um uso otimizado de ativos e recursos, incluindo as mais recentes tecnologias e inovações médicas.

Ala C
Foi aqui que a
enfermeira apareceu ao lado da cama de Susan em um passe de mágica

As infecções pós-operatórias de feridas (POWI) são a principal causa de readmissões no hospital e colocam os pacientes em risco além de gerar custos adicionais. Usando dados obtidos por sensores inteligentes, fluidodinâmica computacional (CFD) e macrodados, a Deerns criou um gêmeo digital de um operatório físico (OR), uma réplica virtual do OR que proporciona uma visão real das flutuações de temperatura e dos padrões de fluxo de ar, incluindo a distribuição e deposição de partículas transportadas pelo ar. Com a análise dos dados é possível reduzir drasticamente a contaminação e o risco associado de infecção de ferida pós-operatório POWI, salvando vidas, melhorando a higiene, segurança e eficiência e reduzindo os custos hospitalares.

Vamos conversar

Ricardo Fornari

Unit Director High Tech

Array